(Re) descubra uma poderosa válvula de escape para o seu estresse!

Tempo de leitura: 3 minutos

Com a correria do dia a dia, com as prioridades da vida, a agenda lotada e as necessidades auto impostas de sermos perfeitos e darmos conta de tudo, esquecemos que – se não estivermos bem, de nada adiantará nossos esforços para deixar “tudo bem”…

E assim a gente vai complicando a vida, lotando a agenda, aumentando os desafios…. E deixando o que realmente faz sentido de lado.

Com o passar do tempo, estamos perdendo os doces momentos de ócio. Aqueles, em que podíamos parar, respirar fundo, contemplar o dia e… Agradecer.

Simples assim, pois a tranquilidade do momento, a beleza da paisagem, ou a cena observada nos trazia a certeza de que “vai ficar tudo bem”.

E sempre foi nesses momentos de contemplação e ócio, que ao longo da história, fomos sendo invadidos pela vontade de fazer algo… Fazer por prazer, sem pressão, cobrança ou qualquer razão. Só pura diversão!!!

E foi-se descobrindo tanta – mas tanta – coisa gostosa pra fazer:

Colecionar (selos, papéis, bonecos…), bordar, cultivar, cozinhar, marchetar, dançar, escalar, fotografar, observar (pássaros, pessoas), desenhar, escrever, pintar, nadar, correr, peregrinar, navegar, pilotar, e até dirigir sem rumo, sem direção…

Tinha quem gostasse de assistir, outros de gravar, ainda havia quem gostasse só de dormir! Se jogar no sofá com um bom livro, ou ouvir sua música preferida “tocar”…

Havia aqueles que tinha gosto, gosto mesmo, por receber visita, preparar um café, uma mesa farta… Outros dispensavam o café e iam direto para a roda, seja de conversa, de samba ou de capoeira…

Não importava, não importava nadinha mesmo, com o que você se ocupasse em seu tempo livre. O lema sempre foi “trabalho é obrigação, hobby é prazer”. Mas olha que coisa interessante… Seja porque tentamos transformar nosso hobby em negócio, seja porque nosso negocia foi nos privando aos poucos do tempo livre… O fato é que o tempo, aquele “livre”, foi ficando cada vez mais escasso… Lembram das agendas? Que insistimos em preencher?

E os hobbies foram ficando de lado, esquecidos, guardados… Muitos empoeirados, esperando o tempo já preenchido com afazeres, compromissos, pós, e outras obrigações…

E olha que coisa mais interessante, recentes descobertas científicas revelaram o que nossos avós já sabiam de maduros: quem pratica um hobby possui maior saúde física e psicológica. Sério!

Isso porque um hobby é como uma válvula de escape, ela te ajuda a focar a mente no presente, a “espairecer” as ideias, organizar (ou melhor, acomodar!) os sentimentos e – assim – equilibrar a alma.

Um hobby costuma ser classificado no eixo Conhecimento, porém, ele irradia seus benefícios de forma sistemática para os demais eixos também, gerando assim o benefício da integralidade que os pesquisadores conferem às pessoas saudáveis em suas pesquisas.

Não é demais isso?

E se você é daqueles que acreditam que ter um hobby é uma perda de tempo. Cuidado!

Um hobby, além de ser uma ótima forma de manter-se saudável, ainda por cima pode potencializar sua criatividade e capacidade de criação.

Então… Queremos saber:

Você já descobriu um hobby pra chamar de seu?

Se sim compartilha com a gente e inspire outros a resgatar seus hobbies também!

Se ainda não, que tal se inspirar nesta lista, ou mesmo resgatar algum doce prazer de infância? Nossas atividades preferidas quando crianças geralmente rendem ótimas pistas de nossas habilidades naturais e interesses genuínos. Vamos, aproveite e (re) descubra um hobby pra chamar de seu!


Alessandra Ramos

Ale é analista de Gestão do Conhecimento, casada com Marcos e mãe dos pequenos Nícolas e Catarina. Dedica um tempo para desenvolver pessoas e organizações.


Faça sua autovaliação clicando aqui!

Curta nossa fanpage: fb.com/xfiveoficial/
Siga nosso insta: instagram.com/xfive_oficial
Assine o nosso canal: youtube.com/xfiveTV