4 pensamentos que despertam a curiosidade

Tempo de leitura: 1 minuto

A maioria dos profissionais perde sua curiosidade genuína com os anos, na medida em que ganham experiência e se especializam em alguma área de atuação. Teoria e prática não se substituem, e sim se complementam. Nesse mundo veloz, quem se acomodar pode perceber tarde demais que seus conhecimentos já não resolvem seus atuais problemas. Confira a seguir 4 diferentes pensamentos que te manterão um profissional curioso.

“Para um problema existe sempre mais de uma solução”

Quando uma coisa dá errado em nossas vidas, geralmente tratamos isso como o fim do mundo. A verdade é que, para um único problema, não existe apenas uma resposta. Se a primeira tentativa de fazer algo dar certo, devemos tentar e tentar até conseguirmos.

“Como eu pensaria se fosse uma criança?”

Para aprimorar o conhecimento criativo e sua curiosidade, que tal voltar a pensar como uma criança? Ao pensarmos como adultos, deixamos nossas pré-concepções, nossas presunções, nossos conceitos e nossas confianças dominar nossa visão do mundo. Quando estiver bloqueado, tente imaginar como seria o raciocínio de uma criança em determinada situação. Assim, você verá não apenas o novo, mas também uma nova versão do velho!

“Viajar é melhor do que ter bens materiais”

Ao invés de acumular pertences, acumule experiências! Viajar abrirá sua mente para coisas novas, mudará sua concepção de mundo, ampliará seus horizontes. As viagens podem despertar ainda mais a curiosidade do que os livros.

“Vou trocar o caminho que faço todos os dias para ir ao trabalho”

Ao traçar rotas diferentes para um mesmo destino, você adquire o hábito de notar coisas que antes não havia notado. Repare nas construções, nas plantas, nas calçadas, nas pessoas que por ali andam. Cada dia você notará algo novo!